PRÉ-ESCOLA (PRÉ I, II e III)

1 – APRESENTAÇÃO:

A Pré-escola do Colégio Santa Rita de Chapecó é inovadora, pois além do espírito acolhedor, fraterno e lúdico, apresenta estrutura física ampla e docentes qualificados e experientes.  As línguas inglesa e espanhola são trabalhadas nesta fase como segundas línguas.

A Educação Infantil tem por objetivo o desenvolvimento integral da criança, em seus aspectos físico, afetivo, psicológico, intelectual, social, complementando a ação da família e da comunidade. As crianças provêm de diferentes e singulares contextos socioculturais, socioeconômicos e étnicos, por isso devem ter a oportunidade de ser acolhidas e respeitadas pela escola e pelos profissionais da educação, com base nos princípios da individualidade, igualdade, liberdade, diversidade e pluralidade. Para as crianças, independentemente das diferentes condições físicas, sensoriais, intelectuais, linguísticas, étnico-raciais, socioeconômicas, de origem, de religião, entre outras, as relações sociais e intersubjetivas no espaço escolar requerem a atenção intensiva dos profissionais da educação durante o tempo de desenvolvimento das atividades que lhes são peculiares, pois este é o momento em que a curiosidade deve ser estimulada, a partir da brincadeira orientada pelos profissionais da educação. Os vínculos de família, dos laços de solidariedade humana e do respeito mútuo em que se assenta a vida social devem iniciar-se na Educação Infantil e sua intensificação deve ocorrer ao longo da Educação Básica. A gestão da convivência e as situações em que se torna necessária a solução de problemas individuais e coletivos pelas crianças são previamente programadas, com foco nas motivações estimuladas e orientadas pelos professores e demais profissionais da educação e outros de áreas pertinentes, respeitados os limites e as potencialidades de cada criança e os vínculos desta com a família ou com o seu responsável direto.

2 – NA EDUCAÇÃO INFANTIL (MATERNAL E PRÉ-ESCOLA) AS CRIANÇAS SERÃO INSERIDAS E DIALOGARÃO COM AS SEGUINTES ÁREAS

 

  • Área das Linguagens
  • Área das Ciências
  • Área da Educação Física
  • Área da Língua Estrangeira Moderna: Inglês
  • Área da Língua Estrangeira Moderna: Espanhol
  • Área da Informática
  • Área de Artes
  • Área do Ensino Religioso

 

 

3 – FUNDAMENTOS LEGAIS DO CURRÍCULO:

 

Base Nacional Comum –  Fundamento legal: Art 14 da Resolução nº 4, de 13 de Julho de 2010

Observação: A base nacional comum na Educação Básica constitui-se de conhecimentos, saberes e valores produzidos culturalmente, expressos nas políticas públicas e gerados nas instituições produtoras do conhecimento científico e tecnológico; no mundo do trabalho; no desenvolvimento das linguagens; nas atividades desportivas e corporais; na produção artística; nas formas diversas de exercício da cidadania; e nos movimentos sociais. § 1º Integram a base nacional comum nacional: a) a Língua Portuguesa; b) a Matemática; c) o conhecimento do mundo físico, natural, da realidade social e política, especialmente do Brasil, incluindo-se o estudo da História; d) a Arte, em suas diferentes formas de expressão, incluindo-se a música; e) a Educação Física; f) o Ensino Religioso. Os componentes curriculares são organizados disciplinas, preservando-se a especificidade dos diferentes campos do conhecimento, por meio dos quais se desenvolvem as habilidades indispensáveis ao exercício da cidadania, em ritmo compatível com as etapas do desenvolvimento integral do cidadão.

Parte diversificada – Fundamento legal: Art 14, § 3º da Resolução nº 4, de 13 de Julho de 2010

A parte diversificada objetiva enriquecer e complementar a base nacional comum, prevendo o estudo das características regionais e locais da sociedade, da cultura, da economia e da comunidade escolar, perpassando todos os tempos e espaços curriculares constituintes, desde a Educação Infantil, até o ensino médio, independentemente do ciclo da vida no qual os sujeitos tenham acesso à escola. Como a LDB inclui o estudo de, pelo menos, uma língua estrangeira moderna na parte diversificada, o Colégio Santa Rita, por meio de seus professores e demais membros da comunidade, optaram pelas Línguas Inglesa e Espanhola.

 

4 – CONTEÚDOS E OBJETIVOS

 

Até 03 anos

  • Comunicação e expressão de seus desejos, desagrados, necessidades, preferências e vontades em brincadeiras e nas atividades cotidianas.
  • Reconhecimento progressivo do próprio corpo e das diferentes sensações e ritmos que produz
  • Identificação progressiva de algumas singularidades próprias e das pessoas com as quais convive no seu cotidiano em situações de interação.
  • Iniciativa para pedir ajuda nas situações em que isso se fizer necessário.
  • Realização de pequenas ações cotidianas ao seu alcance para que adquira maior independência.
  • Interesse pelas brincadeiras e pela exploração de diferentes brinquedos.
  • Participação em brincadeiras de “esconder e achar” e em brincadeiras de imitação.
  • Escolha de brinquedos, objetos e espaços para brincar.
  • Participação e interesse em situações que envolvam a relação com o outro.
  • Respeito às regras simples de convívio social.
  • Higiene das mãos com ajuda.
  • Expressão e manifestação de desconforto relativo à presença de urina e fezes nas fraldas.
  • Interesse em despreender-se das fraldas e utilizar o penico e o vaso sanitário.
  • Interesse em experimentar novos alimentos e comer sem ajuda.
  • Identificação de situações de risco no seu ambiente mais próximo.

 

 

De 04 a 05 anos

 

  • Expressão, manifestação e controle progressivo de suas necessidades, desejos e sentimentos em situações cotidianas.
  • Iniciativa para resolver pequenos problemas do cotidiano, pedindo ajuda se necessário.
  • Identificação progressiva de algumas singularidades próprias e das pessoas com as quais convive no seu cotidiano em situações de interação.
  • Participação em situações de brincadeira nas quais as crianças escolham os parceiros, os objetos, os temas, o espaço e as personagens.
  • Participação de meninos e meninas igualmente em brincadeiras de futebol, casinha, pular corda etc.
  • Valorização do diálogo como uma forma de lidar com os conflitos.
  • Participação na realização de pequenas tarefas do cotidiano que envolvam ações de cooperação, solidariedade e ajuda na relação com os outros.
  • Respeito às características pessoais relacionadas ao gênero, etnia, peso, estatura etc.
  • Valorização da limpeza e aparência pessoal.
  • Respeito e valorização da cultura de seu grupo de origem e de outros grupos.
  • Conhecimento, respeito e utilização de algumas regras elementares de convívio social.
  • Participação em situações que envolvam a combinação de algumas regras de convivência em grupo e aquelas referentes ao uso dos materiais e do espaço, quando isso for pertinente.
  • Valorização dos cuidados com os materiais de uso individual e coletivo.
  • Procedimentos relacionados à alimentação e à higiene das mãos, cuidado e limpeza pessoal das várias partes do corpo.
  • Utilização adequada dos sanitários.
  • Identificação de situações de risco no seu ambiente mais próximo.
  • Procedimentos básicos de prevenção a acidentes e autocuidado.

 

 

Habilidades

 

O desenvolvimento infantil médio de crianças entre 0 e 12 anos, nas fases que não deve ser considerado como absoluto, pois cada criança tem seu ritmo, uns mais rápidos e outros mais lentos, todavia devemos considerar um “padrão normal” para a idade em questão. As vantagens de se conhecer as fases são: estar preparado para as mudanças que ocorrem em seu comportamento compreendendo-o, fazer interferências facilitadoras e que estimulem seu desenvolvimento.

Seguem abaixo habilidades a serem observadas no cotidiano escolar durante as atividades pedagógicas e que devem ser levadas em conta ao se fazer entrevistas com a família quanto ao desenvolvimento do aluno:

 

0 a 03 ANOS – Importante observar o desenvolvimento das Habilidades Motoras (Locomotoras amplas e finas e Manipulativas), em função de se detectar as reais possibilidades de cada um, bem como garantir acesso e permanência aos espaços educativos.

 

01 a 03 MESES – Manifesta o reflexo de caminhar, ergue a cabeça, senta com apoio. Segura objetos colocados em sua mão e começa a golpear objetos. Segue uma luz com os olhos. Abre e fecha os braços em resposta à estimulação. Olha para a pessoa que a observa. De bruços, levanta a cabeça momentaneamente. Sorri espontaneamente. Fixa e acompanha objetos em seu campo visual.

 

04 a 06 MESES: Sustenta a cabeça. Olha as mãos. Leva as mãos à boca. Alcança e pega objetos. Emite sons – vocaliza. Tenta alcançar e agarra objetos usando a mão. Rola, rasteja e senta com apoio por volta dos 06 meses. Importante ressaltar que o ser humano vai aprendendo a se comunicar oralmente dos 06 meses aos 08 anos, portanto são necessárias atividades que agucem o ouvir e falar.

Esse desenvolvimento linguístico começa a ser fortalecido aos 06 meses. Assim, a criança vocaliza sons com entonação; reage ao seu nome; reage à voz humana virando a cabeça na direção do falante; diferencia tons agressivos de tons cordiais.

 

07 a 09 MESES: Senta com apoio em mão. Transfere objetos de uma mão para outra aos 09 meses. Consegue agarrar com o polegar e o indicador (movimento de pinça). Chora ao ficar sozinha. Vira a cabeça na direção de uma voz ou objeto sonoro. Rola. Leva os pés à boca.

 

10 a 12 MESES: Senta sem apoio. Estranha. Engatinha. Anda com apoio. Coloca-se em pé, caminha agarrando-se aos móveis, depois caminha sem ajuda, curva-se e agacha-se. Agarra uma colher segurando-a com a palma da mão, mas sem pontaria ao levá-la à boca. Interage com o meio, regida pela afetividade definida pela simbiose afetiva da criança em seu meio social. A criança começa a negociar, com seu mundo sócio-afetivo, os significados próprios, via expressões tônicas. As emoções intermedeiam sua relação com o mundo.

 

AOS 12 MESES: usa uma ou mais palavras com significado (pode ser um fragmento de palavra, uma sílaba); compreende instruções simples, principalmente se vierem acompanhadas de uma indicação visual; percebe o valor social da linguagem (falamos quando estamos acompanhados).

 

13 a 20 MESES: Habilidades Motoras (Locomotoras amplas e finas e Manipulativas), caminha para trás e para os lados, corre (14 a 20 meses). Empilha dois blocos, coloca objetos em pequenos recipientes e despeja-os. Predominam as atividades de investigação, exploração e conhecimento do mundo social e físico. Nesta fase, permanece a subordinação a um sincretismo subjetivo (a lógica da criança ainda não está presente), predominam as relações cognitivas da criança com o meio. O sincretismo é a principal característica do pensamento infantil. Os fenômenos típicos do pensamento sincrético são: fabulação, contradição, tautologia (repetição de uma ideia, de maneira viciada, com palavras diferentes, mas com o mesmo sentido, ex.: “descer para baixo”) e elisão (supressão de letras numa palavra ou de uma expressão). No princípio da representação, imitação motora gestual ou motricidade emocional, as suas ações não mais precisarão ter origem na ação do outro, vai “desprender-se”, podendo voltar-se para a imitação de cenas e acontecimentos, habilitando-se à representação da realidade. Aos 18 meses seu vocabulário é de 5 a 20 palavras, principalmente substantivos. Pode repetir uma palavra ou frase ininterruptamente, geralmente palavras associadas ao que sente. É capaz de obedecer a comandos simples.

 

AOS 2 ANOS:

Desenvolvimento Físico.

Já anda bem, sobe e desce sozinha, corre, senta-se, começa a deixar a fralda, sabe usar garfo e colher, consegue desenhar círculos, vira uma página de cada vez, chuta bola, tenta se vestir sozinha, faz torres com blocos de montar.

Desenvolvimento Social

Brinca sozinha, depende da ajuda dos adultos, brinca com bonecas, chama a si mesmo pelo nome, muito imatura socialmente, ainda não percebe os outros como “pessoas”. Responde comandos simples.

Desenvolvimento Emocional

Auto-centrada começa a ter senso de propriedade e identidade, possessiva (“Isso é meu!”), demonstra negativismo e frustração, ainda não consegue fazer escolhas, gosta de contato físico, resiste a mudanças, mais interessada em diversão que em disciplina.

Desenvolvimento Intelectual

Diz palavras e frases simples, entende instruções simples, identifica imagens simples, gosta de olhar livros, capacidade de concentração baixa, consegue encaixar formas. Sabe o nome de vários objetos do seu dia a dia. É capaz de usar pelo menos duas preposições ou advérbios que indicam lugar, geralmente em (e suas formas contraídas “na” e “no”), embaixo ou em cima. Combina palavras em uma frase curta (geralmente substantivo e verbo). Aproximadamente 2/3 do que a criança diz é inteligível. O vocabulário aumenta progressivamente. O ritmo e a fluência da fala é lento. Não controla o volume da voz. Usa corretamente os pronomes “eu” e “você”. Começa a usar o pronome possessivo “meu”. Responde a comandos como “Cadê o seu nariz (boca, olhos, etc.)?”.

 

2 a 4 ANOS: Habilidades Motoras (Locomotoras amplas e finas e Manipulativas) corre com facilidade, sobe escadas usando um pé por degrau, pula nos dois pés, pedala e dirigi um triciclo. Apanha pequenos objetos (bolinhas de gude, morangos), segura um lápis com os dedos (2 a 3 anos), segura o lápis entre o polegar e os dois primeiros dedos (3 a 4 anos), recorta papel com tesoura. Controla os esfíncteres.

 

AOS 3 ANOS:

Desenvolvimento Físico

Corre bem, marcha, fica em um pé só, anda de costas, consegue desenhar cruzes, tenta desenhar pessoas, reconhece cores e letras, come sozinha, calça meias e sapatos sozinha, abotoa e desabotoa, faz torres altas, consegue servir líquidos.

Desenvolvimento Social

Oscila entre a brincadeira solitária e em grupo, gosta de estar acompanhada, respeita a vez de cada um, diferencia meninos e meninas, gosta de “ajudar” nas tarefas diárias, participativa, responde bem a comandos verbais.

Desenvolvimento Emocional

Gosta de seguir exemplos, atitude aberta e amigável, mais flexível a mudanças, mais segura, maior senso de identidade, começa a se aventurar, aprecia música.

Desenvolvimento Intelectual

Diz frases curtas, sua capacidade de comunicação cresce enormemente, conta pequenas histórias, usa as palavras para desenvolver pensamentos, tenta entender o que acontece a sua volta, faz perguntas, imaginativa, começa a recitar e a cantar. Usa os pronomes eu, você, meu, seu, corretamente. Faz algumas concordâncias de plural e acerta alguns verbos no passado. Domina advérbios de lugar como fora, dentro, em cima, embaixo. Sabe os nomes das partes do corpo. Domina frases com sujeito, verbo e objeto. Noventa por cento do que a criança diz já é inteligível. Compreende perguntas ligadas ao seu ambiente e as suas atividades diárias. Conta experiências de forma que os ouvintes entendam. Compreende perguntas do tipo “o que é que você tem que fazer

quando estiver com sono, com fome, com frio?” Sabe dizer seu nome e sua idade. Não é ainda capaz de responder a todas as perguntas, mesmo que entenda o que foi dito.

 

03 a 06 ANOS

Aparece a imitação inteligente, constrói os significados diferenciados que ela dá para a própria ação, está voltada novamente para si própria, coloca-se em oposição ao outro num mecanismo de diferenciar-se. É mediada pela fala e pelo domínio do “meu/minha”, faz com que as ideias atinjam o sentimento de propriedade das coisas. Sua tarefa central é o processo de formação da personalidade.

 

AOS 4 ANOS

Desenvolvimento Físico

Pula em um pé só, desenha pessoas, corta com a tesoura, lava e seca o rosto, joga bola bem com as mãos, boa coordenação motora.

Desenvolvimento Social

Brinca com outras crianças, coopera, é sociável, fala muito, é versátil. Prefere brincadeiras que imitem o mundo adulto ou que ofereçam problemas para resolver.

Desenvolvimento Emocional

Segura, começa a forçar os limites da disciplina, desafia os adultos, precisa de limites e de controle moderado, que lhe deem também liberdade para se desenvolver.

Desenvolvimento Intelectual

Usa frases completas, faz muitas perguntas, aprende a generalizar, imaginação aguçada, dramatiza, consegue desenhar objetos simples parecidos com a realidade.

Sabe o nome da maioria dos animais mais comuns, assim como de objetos comuns que vê em livros e revistas. Sabe o nome das cores mais comuns. Usa palavras de quatro sílabas. Entende o sentido de “por cima” e “por baixo”. Fala muito enquanto brinca. Entende a noção de tamanho dos objetos (maior, menor, mais curto, mais alto, etc.). Segue instruções prontamente mesmo que os objetos mencionados não estejam em seu campo de visão. Repete palavras, frases, sílabas e sons aleatórios. Domina sons como b, p, t, d, m, n sem problemas.

 

04 a 07 ANOS: Habilidades Motoras (Locomotoras amplas e finas e Manipulativas) sob e desce degraus usando um pé por degrau, caminha na ponta dos pés e em linha fina, pula, arremessa e agarra muito bem. Enfia uma linha em contas e não na agulha (4 a 5 anos), enfia a linha na agulha (5 a 6 anos), agarra bem o lápis, mas escreve ou desenha com rigidez e com concentração.

 

AOS 5 ANOS

Desenvolvimento Físico

Salta, pula, anda de patins, skate, bom equilíbrio e controle muscular, anda de patinete e bicicleta, veste-se sozinha, desenha as primeiras letras, uma mão prevalece sobre a outra (destra ou canhota), dá laço no sapato, meninas com desenvolvimento muscular um ano a frente dos meninos.

Desenvolvimento Social

Muito cooperativa, tem amigos especiais, bem organizada, gosta de jogos simples de tabuleiro para vários jogadores, sente orgulho por suas conquistas, deseja assumir algumas responsabilidades.

Desenvolvimento Emocional

Boa auto-estima, estável, bem ajustada, gosta de estar acompanhada, capaz de criticar a si mesmo, gosta de assumir responsabilidade e de seguir regras.

Desenvolvimento Intelectual

Conta histórias longas, segue instruções bem, lê o próprio nome, conta até 10, pergunta o significado das palavras, reconhece as cores, começa a distinguir ficção da realidade, quer saber mais sobre o lugar onde vive (a cidade, as ruas, as lojas, etc.). Usa palavras descritivas espontaneamente, tanto adjetivos quanto advérbios. Entende antônimos como grande/pequeno, mole/duro, pesado/leve, claro/escuro, etc. A fala é completamente inteligível, mas pode ainda apresentar algum problema de articulação. Fala todas as vogais e as consoantes b, p, d, t, m, n, c, g, j, nh. É capaz de repetir frases com até nove palavras. Sabe explicar para que os objetos do dia a dia servem. Obedece até três comandos dados um atrás do outro sem interrupção. Sabe quantos anos tem. Entende bem as fases do dia e tempo: manhã, tarde, noite, dia, depois, mais tarde, durante, amanhã, ontem, hoje. A fala em geral é correta gramaticalmente.

 

Dúvidas?

Ligue para (49) 3328-7911 ou escreva para: secretaria@facsantarita.com.br